loggado
Carregando...

[Homevideo] Jack - O Caçador de Gigantes e Bem-vindo aos 40

A coluna Homevideo está de volta, após um breve atraso, trazendo comentários e informações sobr...


A coluna Homevideo está de volta, após um breve atraso, trazendo comentários e informações sobre dois dos lançamentos nas locadoras nas últimas duas semanas. Confira: 

Jack - O Caçador de Gigantes

Jack the Giant Slayer

Após estrear nos cinemas brasileiros no dia 29 de Março e contemplar um fracasso nas bilheterias americanas, dado o seu grande orçamento, dificuldades na produção e adiamentos, Jack - O Caçador de Gigantes chega às locadoras com disponibilidade inclusive em Blu-ray 3D, fazendo uma releitura do conto clássico João e o Pé de Feijão sob a visão do diretor Bryan Singer (X-Men, Os Suspeitos, Operação Valquíria), em que o personagem-título vivido por Nicholas Hoult (Meu Namorado é um Zumbi) ganha algumas sementes de feijão que derruba acidentalmente na terra e estas acabam fertilizando o gigante pé de feijão que abre a passagem para a chegada dos temidos gigantes que vivem acima da altura deste ao vilarejo, mas o rei manda Jack e uma equipe liderada pelo conselheiro vivido por Ewan McGregor (O Impossível) para ir em busca de sua filha, que por acidente foi levada com o pé. Cheio de efeitos visuais e grandes campos produzidos digitalmente, o longa é uma releitura mais competente do que a maioria das vistas nesta onda do Cinema americano recente, construindo uma legítima aventura de matinê. Ainda que o roteiro esteja consumido por clichês especialmente durante seu primeiro ato - como na sequência em que Jack defende a presença ou no próprio "espírito aventureiro" desta, um estereótipo para a construção personagem - e tenha algumas bobeiras espalhadas durante parte do texto, isto não atrapalha a jornada de Jack e companhia para tornar-se um blockbuster de ótima qualidade que equilibra momentos de violência avançada com outras sequências "familiares" de ação envolvendo personagens pelos quais nos importamos ao longo da jornada, ainda que impressione mais visualmente do que em narrativa. Jack - O Caçador de Gigantes utiliza bem seus efeitos da terceira dimensão - falo do Blu-ray, no caso -, o que comprova a competência de Singer para a condução de uma boa aventura. 


Bem-vindo aos 40

This Is 40

A nova comédia de Judd Apatow (Ligeiramente Grávidos) que, apesar do relativo sucesso no seu país de origem, chegou por aqui diretamente nas locadoras traz Paul Rudd (Viajar é Preciso) e Leslie Mann (Eu Queria Ter a Sua Vida) como um casal que chegou na temida época dos 40 anos, em que enfrentam as crises da meia-idade, problemas na relação com a filha adolescente e a negação de que estão envelhecendo, basicamente, a premissa vai surgindo deste ponto, e é bem simples. Com algumas reflexões mais dramáticas em relação ao estado monótono em que a vida pode chegar, Bem-Vindo aos 40 não é uma comédia de se gargalhar, são situações que apenas divertem e mantém um sorriso no rosto, sobretudo pela humanização que o diretor consegue atribuir às mesmas, que acredito que tenham até uma pitada de retratação autobiográfica, mas infelizmente Apatow e sua equipe talvez tenham pensado que a simples premissa tinha material para sustentar situações além do que realmente pode, e o filme acaba ficando um pouco inchado - especialmente no segundo ato - e inserindo algumas sequências que poderiam ser descartadas da trama. Ainda que problemático, sustenta-se com competência enquanto é engraçado.
Homevideo 2081225841323487730

Postar um comentário Comentários Disqus

Página inicial item