loggado
Carregando...

[Homevideo] Reino Escondido e Os Amantes Passageiros

A coluna Homevideo está de volta para mais uma edição. Quer saber qual será sua opção de alugue...


A coluna Homevideo está de volta para mais uma edição. Quer saber qual será sua opção de aluguel nesta semana? Então confira:


Reino Escondido

Epic

Animação da Dreamworks que teve grande lançamento nos cinemas brasileiros em 17 de Maio, Reino Escondido conta com as vozes originais de Amanda Seyfried, Jason Sudeikis, Colin Farell, Aziz Ansari - a voz que mais se destaca - e Beyoncé. O filme conta a história de Mary Katherine (Seyfried), que na juventude vai morar na casa de seu pai, um cientista (Sudeikis), que trabalha com uma tese atual de que, na floresta próxima a sua casa, há uma organização formada pelos insetos e pequenas criaturas animais, que segundo suas provas racionam e são capazes de falar. Quando a filha decide fugir da casa por não conseguir conviver com as loucuras do pai, ela acaba acidentalmente tornando-se uma versão diminuta de si mesmo, e adentrando-se num conflito que está ocorrendo justamente no reino formado por estas criaturas. Agora ela se dividirá entre as necessidades de voltar ao tamanho normal, auxiliar as novas conhecidas criaturas e provar que seu pai estava certo por todo este tempo. Com a eficiente opção do 3D, Reino Escondido é um daqueles felizes casos de animações que funcionam para toda a família. Embora seja bastante infantil, tenha uma fórmula prévia e tenha diversos clichês espalhados pelo tempo de projeção - muito pela aventura infantil - o que beneficia o filme para tornar-se competente é justamente este clima aventureiro, que combina clichês com uma ótima experiência visual, cenas de batalhas surpreendentemente eficientes para uma animação e uma pitada de romance. Ou seja, tudo o que uma boa aventura familiar precisa.



Os Amantes Passageiros

Los Amantes Pasajeros

O novo trabalho de Pedro Almodóvar (Volver, A Pele Que Habito) dividiu opiniões, mas, como de hábito, encontrou seu público em nosso país, por onde estreou em 28 de Junho. A comédia passa-se quase inteiramente dentro de um avião e é protagonizada por três comissários de bordo vividos por Javier Cámara, Carlos Areces e Raúl Arévalo, e basicamente conta a história de um voo que está passando por sérios problemas técnicos, e com o isolamento com algumas poucas pessoas e a tensão gerada pela situação, acabam sendo levadas a revelar-se com diversos de seus segredos - que vão desde a homossexualidade de alguém até a revelação de que outro é um matador de aluguel -, gerando uma situação bastante confusa. Infelizmente, eu acabei ficando do lado dos que não gostaram do filme, que além de levar Almodóvar de volta às origens de sua carreira com o gênero de seu novo projeto - uma comédia, saindo dos dramas que vinha fazendo -, também parece transmiti-lo de volta aos tempos de um cineasta amador, que não decide em Os Amantes Passageiros se quer adotar o clima de uma comédia com toques dramáticos e sérios, a partir das mais melancólicas revelações de seus passageiros, ou se deseja utilizar o surrealismo presente para produzir uma comédia escrachada. O filme acaba transitando entre as duas abordagens e não se efetivando em nenhuma das duas, já que constrói dramas artificiais e pouco profundos, e também pouco diverte para uma comédia escrachada. Com exceção de alguns poucos momentos de um humor mais sádico e sutil, a produção espanhola acaba surgindo como uma obra ousada, mas também bastante aborrecida, e que certamente será esquecida tão rápido quanto aqueles passageiros deixaram o avião. Poderá valer a pena para os grandes fãs do cineasta, que gostarão de vê-lo voltando às origens, mas como obra individual, Os Amantes Passageiros não funciona.
Homevideo 7137527857453477034

Postar um comentário Comentários Disqus

Página inicial item