loggado
Carregando...

[First Look] The Crazy Ones 1x01 - Pilot


Robin Williams é a alma do negócio.

The Crazy Ones é a nova comédia da CBS que pode ser vista como a grande aposta da televisão americana na área das comédias para esta temporada, juntamente com The Michael J.Fox Show. Os casos destas duas apostas são bastante parecidos: sua principal fonte de atração de público não é uma premissa interessante ou a promessa de um produto inovador, e sim um grande astro que está de volta à televisão após muitos anos para protagonizá-la. Robin Williams (Sociedade dos Poetas Mortos, Uma Babá Quase Perfeita) iniciou sua carreira na televisão com a série Mork & Mindy, no final dos anos 70, ganhou notoriedade e foi trabalhar no Cinema, onde protagonizou grandes sucessos de bilheteria e ganhou um Oscar de melhor ator coadjuvante por Gênio Indomável. Nos últimos anos, porém, o ator e comediante não conseguiu mais obter grandes sucessos ou papéis que o interessassem nas telonas, e como acontece com diversos atores que, após uma onda de sucesso, passam por um momento parecido em suas carreiras - Kevin Bacon e Kevin Spacey são exemplos recentes -, encontrou nas séries uma alternativa interessante, assim dando surgimento a The Crazy Ones.

A premissa da série aposta na simplicidade, ao retratar uma agência de publicidade chefiada pelo experiente Simon Roberts (Williams) e por sua filha, Sydney Roberts (Sarah Michelle Gellar), que não vive seus melhores dias, mas aposta na criatividade e energia da dupla, junto a toda a sua equipe, para conseguir bons negócios. A dinâmica entre os dois protagonistas segue pelo mesmo caminho, uma vez que Simon não leva tudo tão a sério, apostando em improvisos e bom humor para conquistar seus clientes, enquanto sua filha investe na seriedade e em apresentações bem elaboradas para se dar bem nos negócios. Cada cliente será melhor agradado pelos métodos de cada um, mas é justamente este equilíbrio entre os estilos que domina as negociações da empresa. Também há diversas personagens dentro da equipe que deverão ser melhor desenvolvidas ao longo dos próximos episódios, a partir de sua interação com os chefes. Para o primeiro episódio, Simon e Sydney estão em busca de uma grande cantora que tope cantar um jingle que a empresa utilizará para uma campanha de marketing do McDonald's, mas eles terão apenas um dia para realizar as negociações ou perderão o contrato, e a cantora que parece estar mais próxima de topar o negócio é Kelly Clarkson.

Apesar de apostar num humor básico e leve, o episódio demonstrou aspectos interessantes como o fato de não precisar explicitar, com diálogos expositivos ou flashbacks, que a empresa já teve grande sucesso e hoje precisa se reerguer, foram utilizadas apenas algumas sutilezas e diálogos mais implícitos que já deixaram isto bastante claro, e espero que a série saiba manter esta qualidade para os próximos episódios. E além de retratar em seus dois protagonistas esta busca incessante por conquistar clientes, esta primeira experiência também mostrou que The Crazy Ones focará em desenvolver a relação sentimental, de pai e filha, entre eles, algo que conduzirá os momentos mais dramáticos da série, que espero realmente que não sejam "piegas" como acontece em diversas comédias mais simples que tentam desenvolver uma profundidade dramática. Afora estes elementos que a diferenciem, The Crazy Ones é bastante simples, tem um humor claro e inofensivo, que aposta em improvisos de seu elenco - especialmente do protagonista, como claramente é percebido na cena da música do ketchup -, e não trará nada de inovador ao espectador, o que tanto impede a série de ser algo maior - por não alçar grandes pretensões -, quanto de ser ruim - por ser bastante honesta, e não tentar vender-se como mais do que realmente é. Talvez tenha sido justamente isto o que explica o sucesso da série - que estreou com cerca de 15 milhões de espectadores na CBS, e se mantiver números próximos a este, deverá ser renovada -, já que além de apresentar um humor simples e familiar, ainda conta com o trunfo de ter Robin Williams como protagonista e o também renomado David E. Kelly como seu criador.

Numa fall season que está sendo bastante fraca nas comédias, The Crazy Ones surge como uma boa pedida em seus - rápidos - 20 minutos semanais para os fãs do riso.

The Crazy Ones 3718824636023773728

Postar um comentário Comentários Disqus

Página inicial item