loggado
Carregando...

[Review] Grey's Anatomy 10x24 - Fear (of the Unknown) [Season Finale]

Forever Yang .


Forever Yang.

Durante toda a reta final que antecedeu a saída da maior personagem que Grey's Anatomy já viu, eu só desejava uma coisa: me emocionar e sentir que, finalmente, Cristina Yang teria um adeus perfeito em um episódio que fosse digno dela. E para minha felicidade, todos os meus pedidos foram atendidos.

Eu juro que não fazia a menor ideia de como Yang iria embora, desde que foi anunciada a saída de Sandra Oh, e até duvidei de que eu fosse gostar de como as coisas teriam seu desfecho. A primeira coisa que vem à cabeça de um fã da série quando se fala em dar adeus é, claro, uma desgraça qualquer ou algo do gênero. Shonda Rhimes não deixou de lado sua veia assassina ao quase colocar Yang no centro do suposto ataque terrorista, mas em quarenta minutos tão bem orquestrados, o gosto de que esta temporada poderia ter sido tão boa quanto este episódio é o que fica. Você sabe, eu sei, todos nós sabemos o quanto o décimo ano teve muitos, mas muito mais baixos do que altos. Tramas inúteis, personagens dispensáveis, falta de roteiro e direcionamento foi o que reinou ao longo dos episódios. Ao que parece, todo o desperdício na maioria do tempo foi transferida para o nosso último adeus à Yang que, sim, foi o mais digno de todos.

Primeiro de tudo: obrigada, Sandra Oh. Obrigada por fazer de Yang uma das melhores coisas que a televisão já viu. O frame de abertura - que hoje ocupa mais do que merecidamente o lugar de destaque nesta review - mostra o quanto Cristina já foi capaz de protagonizar momentos únicos. Um simples sorriso ou abraço desajeitado sempre foram mais do que um sorriso ou abraço desajeito nas mãos da personagem. Portanto, cada "adeus" dado por ela neste episódio foi como um pedaço sendo arrancado de cada um de nós, e eu não pude conter a emoção. Um último adeus a Derek; um silencioso agradecimento à Bailey e Webber. A preocupação nua e crua demonstrada quanto a Alex e, finalmente... Meredith Grey.

A amizade das duas sempre despertou mais emoção em mim do que se comparado a muitos casais da série. "You're my person" é, talvez, uma das expressões mais conhecidas neste mundo seriador, e não é para menos. Tantas aventuras e momentos; confissões, situações arriscadas, desentendimentos e o amor. Um amor puro e real, e a vontade de ofertar para a outra o melhor de si. De poder contar com a sinceridade a qualquer hora do dia e da noite, ainda que possa doer. E foi isso que Cristina fez em sua última cena com Grey, e eu simplesmente vibrei com cada palavra dita.

Não é de hoje que falo do quanto Meredith se absteve de seu próprio sucesso para que Derek alcançasse o dele, se colocando sempre em segundo plano. A filha de Ellis Grey é brilhante por natureza, e sabe disso, assim como Yang tão bem falou. "Ele não é o Sol. Você é.". Cortante e profundo... o que levou a mais uma briga entre os dois. Odeio, apenas odeio quando o casal briga, porque dentre os tantos que povoam Grey's Anatomy, MerDer sempre foi meu favorito, mas não pude deixar de me sentir feliz e realizada com esta briga, em especial. Ela precisava há muito falar o que pensa, sem somente assinar sem refletir toda e qualquer proposta que ele faça a ela, que na verdade já vem com decisões prontas. Quero demais que Derek alcance seu sucesso, como tenho certeza que alcançará, mas ele precisa de um pouco de consciência para saber que a decisão nunca poderá ser unilateral.

E como Yang não seria Yang se não causasse até depois de partir, é claro que muitas águas ainda irão rolar quanto à vaga deixada por ela no Conselho. Desde já declaro que sou Team Alex, e que minha vontade mesmo é que Bailey seja a próxima a deixar a série, porque ninguém mais é obrigado a aguentar o que essa mulher se tornou. Não sei de onde surgiu tanta frustração e recalque, mas da minha parte, não dá mais. Sem contar que ela vai enlouquecer quando souber que além de ter perdido seu laboratório ainda vai perder a vaga de conselheira que nunca foi dela. Desculpa, Miranda Bailey, mas para você que já foi uma das minhas inspirações, só resta meu desprezo.

E gente... achamos mais uma irmã perdida de Meredith Grey! E posso dizer que AMEI essa nova "reviravolta". Amei porque todos nós sabemos o quanto Richard sempre quis ser pai, e o quanto desempenhou esse papel com Meredith. Mas saber agora que tem uma filha legítima com a única mulher que realmente amou na vida... impagável! É claro que há muita canalhice por trás de todo esse plot, mas já aprovei.

No mais, adeus, Cristina Yang, e obrigada por tudo. Que você e seu novo penteado horroroso imprimam milhares de corações fabulosos pela Suíça a fora. Seja destruidora para sempre, e volte em Seattle para esfregar seu Harper Avery na cara das inimigas (a.k.a. Catherine Avery) as soon as possible.

A todos que me acompanharam até aqui, meu muito obrigada! Espero poder retornar por aqui na próxima temporada. Até mais!

P.S.1: Callie e Arizona (ainda) na busca por um filho: zzZZzZzZZzzZ

P.S.2: "As Kepner são criadas para gerar filhos": é de vacas que estamos falando?

P.S.3: Yang relembrando Izzie e George: ♥

P.S.4: Gostei de como se deu a saída de Shane e Leah. Gostei de verdade.



Música Inspiração do Título

Season Finale 5147953230265117234

Postar um comentário Comentários Disqus

Página inicial item