loggado
Carregando...

[Review] Homeland 4x05/06/07 - About a Boy/From A to B and Back Again/Redux

Por um fio.


Por um fio.

Os acontecimentos dos últimos três episódios de Homeland foram tão interligados que é possível sintetizar aqui os eventos que ocorreram na série. Tenho a impressão de que os cinco primeiros episódios da temporada serviram para criar uma boa base que se mostra importante na reta final dos últimos cinco episódios que estão por vir. Houve uma melhora significativa a partir de From A to B and Back Again, com o sequestro de Saul e a morte de Aayan. E quem mais está sofrendo com tudo isso, com certeza - e não poderia ser diferente -, é Carrie. 

No entanto não é apenas o sequestro que ainda está em jogo. Carrie vem sendo sabotada de maneira cruel, o que mostra como essa rede secreta dentro da SII está disposta a implodir toda a operação da CIA, usando todos os métodos possíveis. A questão é quando Carrie, ou Peter ou outro agente vai descobrir sobre Dennis e os agentes paquistaneses aliados a Haqqani. O fato de termos tantos elementos em jogo deixou a temporada muito mais atrativa, não só por isso, mas pelo aumento do nível de tensão que estamos vendo.

Estava claro que Aayan iria morrer em algum momento. A maneira como isso aconteceu, contudo, deixa mais peso sobre a consciência de Carrie, envolvida com o jovem, porém incapaz de salvá-lo, assim como foi com Brody. Seu nível de estresse só aumenta, então uma alteração em seus remédios só poderia resultar em algo catastrófico. Quando Carrie tem sua bipolaridade acentuada, sabemos que teremos atos insanos, e dessa vez o roteiro abusou das alucinações. Peter nunca mais vai se esquecer de que não se pode bobear quando Carrie tem suas crises.

Quando Brody apareceu, não duvidei de que era mais uma alucinação, porém esse retorno mostrou que o personagem faz falta sim no conjunto da série. Carrie esta cada vez mais sozinha, e agora, nas mãos de Aasar, a vida dela deve piorar. Tivemos cenas intensas nos últimos episódios, o que provavelmente levará Claire Danes a mais indicações nas próximas premiações.

É importante notar também as conversas de Saul e Haqqani, a série ao menos tenta mostrar um equilíbrio entre os dois lados, mostrando a visão de Haqqani sobre os EUA. E a cena da reunião entre o ministro paquistanês e Lockhart só reforça como os americanos chegam mandando e impondo seu poder diante de outras nações. Quanto a Saul, não sei se planejam matá-lo, pois já mataram um dos protagonistas na temporada passada. Entretanto, as reviravoltas em Homeland costumam chocar e mudar tudo de uma hora para outra.

Enfim, a série parece ter encontrado o caminho para ter um bom final de temporada. Penso que esta já supera a terceira, e que a tensão deve prevalecer até a season finale. Existem diversas possibilidades, além de inimigos por todos os lados, alguns nós já conhecemos, mas outros podem surpreender. Tudo isso até empolga, mas vamos esperar e ver como será o decorrer dos próximos episódios. Legal mesmo, seria uma participação especial do Jack Bauer, mas acho que é esperar demais. 


Reviews 3537909175624736661

Postar um comentário Comentários Disqus

Página inicial item