loggado
Carregando...

[Review] Marvel's Agents of S.H.I.E.L.D. 2x06/07/08 - A Fractured House/The Writing on the Wall/The Things We Bury


E parece que ninguém mais segura a série da Marvel. Marvel's Agents of S.H.I.E.L.D. está em seu melhor momento desde a estreia: com uma temporada cheia de episódios bons e alguns excelentes, fica cada vez mais difícil achar problemas no que está sendo feito.

Minha parte favorita sobre esta nova temporada é a forma como as personagens da série, novas e antigas, estão sendo trabalhadas. A atenção especial para o Ward é muito bem vinda, e as cenas em que ele aparece com seu irmão (e, é claro, aquilo que ele faz com sua família) deixaram um pouco mais claro quem ele é de fato. Existe muito mais para mostrar sobre ele do que sua relação com a Skye, e isso ficou bem claro depois do último episódio. 

Outra coisa que ficou bem clara é que a dinâmica entre os agentes dificilmente será a mesma que tínhamos visto até aqui. Com a adição de novos membros, que eu não achava que teriam tanto destaque na história, e com os problemas entre Fitz e Simmons, fica impossível manter a mesma situação de antes; e isso é um ponto positivo muito grande. Leo e Jemma estão bem diferentes do esperado, e agora que descobrimos o real motivo por trás da saída de Simmons em missão tudo pareceu ficar mais complicado. Os cientistas não estão tão próximos como antes e isso gera uma tristeza bem fácil de perceber, especialmente na Jemma.  A volta de Fitz para as missões, caso continue daqui pra frente, pode gerar uma melhora e uma consequente "reunião" entre os dois, mas o desenvolvimento dessa relação está ficando bom demais para acabarem com o problema tão cedo.

As memórias de Coulson também foram um desenvolvimento muito bom, além de provavelmente o mais inesperado. Não acho que as dúvidas sobre sua capacidade de liderar se tornem algo importante na série, mas foi bom ver que essa questão foi levantada. O que de fato é principal agora é sua busca pela cidade que aparece nos desenhos que ele faz na parede (aliás, sacada genial dos criadores a forma como exploraram isso no brinquedo criado pelo ex-agente), que é exatamente o que vamos ver no próximo episódio.

Mas pensando menos nas personagens e mais no enredo geral, os últimos episódios trouxeram ótimos desenvolvimentos para a história, como por exemplo a inesperada ligação entre o pai da Skye e Daniel Whitehall. Descobrimos também como Daniel conseguiu manter-se jovem depois da tanto tempo, e a revelação foi chocante em mais de um sentido. Eu não esperava uma cena daquelas na série, mas o resultado foi muito bom (e também conseguiu me fazer lembrar que ainda não saiu a terceira temporada de Hannibal).

MAOS ainda precisa de um episódio perfeito, algo que nos deixe boquiabertos e grudados na tela da TV o tempo todo, mas se esse ápice não aconteceu ainda, o que podemos ver até aqui é que a série caminha em direção a ele, mantendo uma consistência incrível desde o inicio da temporada.

Obs.: Estou gostando bastante das aparições da agente Carter, espero ver mais dela na série mesmo depois que ela ganhar seu próprio programa.

Reviews 5620719686502290872

Postar um comentário Comentários Disqus

Página inicial item