loggado
Carregando...

[Fica a Dica] Filme: Chicago

" All that jaaaaaaaaazz! "


"All that jaaaaaaaaazz!"

Se hoje o diretor Rob Marshall, amarga uma carreira meia-boca com 'bombas' como Nine e Caminhos da Floresta, em 2002 o musical Chicago - dirigido e coreografado pelo americano - tornava-se um fenômeno instantâneo ao trazer novamente todo o glamour da Broadway e o espírito do jazz para as telonas. Vencedor de seis estatuetas do Oscar (dentre elas a de Melhor Filme e Melhor Atriz Coadjuvante), o filme é, sem sombra de dúvidas, um dos maiores sopros de inventividade do cinema contemporâneo, merecendo ser conhecido ou revisitado sempre que possível.

O roteiro ácido de Bill Condon adapta com maestria a peça original sem perder o tom (o trocadilho é inevitável), e conta a história de Roxie Hart (Renée Zellweger) uma aspirante a estrela de vaudeville que, ao ser mandada para a penitenciária feminina por assassinar seu amante, começa um jogo de interesses com a artista e também assassina Velma Kelly (Catherine Zeta-Jones, num dos papéis mais hipnotizantes que eu já vi). "Agenciadas" pelo advogado de defesa Billy Flynn (Richard Gere), as duas tornam-se símbolos das femme fatales e viram notícia nas ruas de Chicago, ao passo que tentam escapar da pena capital.

Mesclando o cinismo do status que eleva Velma e Roxie a estrelas da cidade com números musicais de tirar o fôlego, Marshall e seu elenco não nos deixa piscar um segundo sequer. O jazz é a alma de todas as canções executadas e sequências como o Cell Block Tango, We Both Reached for the Gun e Nowadays / Hot Honey Rag nos acompanham por dias, mesmo após a última cena do filme.



Forte, atual e ainda mágico uma década depois de realizado, Chicago não é só uma dica para esta semana, mas sim um ultimato! A carta de amor a um gênero musical e uma época que, por si só, já se faz indispensável.
Musical 4471430218338044381

Postar um comentário Comentários Disqus

Página inicial item