loggado
Carregando...

[First Look] Marvel's Agent Carter 1x01/02 - Now is Not the End/Bridge and Tunnel

Sim, o mundo precisa de Peggy Carter!


Sim, o mundo precisa de Peggy Carter!

Quando a força do universo Marvel nos cinemas foi comprovada pelo avassalador sucesso do primeiro Vingadores lá em 2012, não era muita gente que colocava fé na ambiciosa empreitada da Marvel Studios. No entanto, os anúncios explosivos de mais e mais derivados (entre filmes, curtas e séries) foram deixando uma marca nunca antes vista em todos os pontos das mídias pop e cultural, originadas por uma adaptação de quadrinhos. Na TV, Agents of S.H.I.E.L.D. ficou com a complicada tarefa de dar espaço para personagens menores e criar uma identidade própria sem furar todo o minucioso trabalho iniciado pelo filme do Homem de Ferro em 2008.

Claro, muita gente se decepcionou com o burocrático início da série, mas não demorou muito para Phil Coulson e sua equipe alcançarem a contraparte cinematográfica do marvelverso no quesito qualidade de produção, roteiro e carisma. Logo, como um fã confesso de tudo o que foi visto até aqui, fico feliz em dizer que a aguardada estreia de Agent Carter não só supera toda a expectativa originada pela divulgação da ABC como segue um caminho surpreendente ao se revelar uma série de espionagem no pós-guerra, tendo como diferencial o protagonismo da primeira grande personagem feminina da Marvel Studios, a agente Peggy Carter (Hayley Atwell, com uma simpatia hipnótica).

O curioso em Agent Carter é que, assim como Agents of S.H.I.E.L.D. se beneficiou das reviravoltas presentes em Capitão América 2: O Soldado Invernal, a nova série segue de perto as consequências do primeiro longa do bandeiroso. O Capitão não é nem de longe meu herói favorito dos Vingadores, porém a forma como os roteiristas Christopher Markus e Stephen McFeely conseguiram linkar todo o universo e dar importância ao intitulado "Primeiro Vingador", é admirável. Personagens como Howard Stark, menções ao Dr. Abraham Erskine e à própria SSR (a primeira S.H.I.E.L.D.) pipocam em participações, referências e destaques na própria trama central. O resultado é uma história que vai se agigantando, graças ao background dramático dos filmes, mas que mesmo assim consegue funcionar sozinha, ainda que o conhecimento sobre os acontecimentos anteriores seja mínimo.

Essa independência se deve em grande parte ao carisma da personagem título e ao design de produção do programa, que cria uma Nova York tão real no ano de 1946, que por alguns instantes eu me esqueci do canal onde a série passa (e quem conhece a ABC sabe bem do que eu estou falando). Peggy também desfila como uma figura feminina forte em meio ao mundo machista da era pré-feminismo, e em nenhum momento os seus discursos - presentes em gags divertidíssimas como as sequências com a radionovela em Bridge and Tunnel - soam como ativismo vazio ou pretensioso.

Como todos os grandes heróis, a espiã ainda ganha um sidekick inspirado que vem na forma do mordomo dos Stark, Edwin Jarvis (James D'Arcy em mais um casting que merece aplausos). As missões que os dois parceiros protagonizam resgatam o clima dos filmes de espionagem clássica, trazendo duas grandes sequências de ação que se vier a ser marca da série, vai tornar tudo ainda mais empolgante.

Ganhando vantagem por ter sido produzida como uma minissérie em oito partes, Agent Carter monta com originalidade uma trama que se mostra desde o início como algo maior e que lembra os melhores aspectos das chamadas graphic novels. Se eu estou curioso para saber mais sobre organização Leviatã, sobre a influência da Roxxon no roubo das criações de Howard Stark e sobre como tudo isso resultará na criação da S.H.I.E.L.D., claro que eu estou! O mundo dos heróis na TV nunca se beneficiou tanto dessa nova era de ouro das adaptações de HQ. Eis aqui um nerd feliz e orgulhoso, meus caros.

P.S.1: Tem muito easter egg bacana para quem é fascinado pelo universo Marvel nos cinemas. A presença de Anton Vanko, um dos criadores do arco reator com Howard Stark e pai do Chicote Negro, vilão do Homem de Ferro 2, é só um deles, por exemplo.

P.S.2: O Jarvis original também é!

Reviews 3505636680410559007

Postar um comentário Comentários Disqus

Página inicial item