loggado
Carregando...

[Review] Better Call Saul 1x05/06 - Alpine Shepherd Boy/Five-O

Origens.


Origens.

Better Call Saul amadureceu seus personagens coadjuvantes nesses dois últimos episódios, de forma que a série ganha mais consistência e se torna um drama ainda melhor. Sem deixar de lado a parte cômica que ronda o protagonista,  Alpine Shepherd Boy mostra a delicada relação de Saul com seu irmão Chuck, e sua condição psicológica que comprometeu sua carreira, ao passo que Five-O se concentrou em Mike, um dos melhores personagens de Breaking Bad que continua sendo presença marcante neste spin-off. Comparando os dois episódios, é visível que quando o assunto for Mike a série deixará de lado a graça e se tornará tensa e sombria, como é o personagem. 

Alpine Shepherd Boy deu uma pausa no ritmo que vínhamos tendo na briga de Saul com Howard, e finalmente descobrimos mais sobre Chuck. Antes acompanhamos o melhor do humor que a série proporcionou até aqui, com a sequência de Saul e seus clientes após o golpe de marketing. Jimmy McGill está se especializando em cuidar de idosos, o que parece ser a cara dele. Seja como for, ainda estamos longe de ver algo que justifique a mudança de nome que ele terá em algum momento. 

Por ora ainda estamos vendo um Jimmy preocupado com seu irmão mais velho. Eu esperava que a reação de Chuck fosse bem pior, afinal, ele até saiu de casa para descobrir o que Jimmy estava escondendo, mas não houve briga e nem rompimento entre os dois. É importante notar que, mesmo com toda sua raiva em relação a Howard, Jimmy não internou seu irmão, inclusive sabendo que isso o beneficiaria, demonstrando como o irmão é o que mantém a parte de Jimmy que tem um bom caráter.  A sequência final desse episódio foi silenciosa, mudando o foco para Mike e dando a deixa que finalmente ele ganharia um destaque maior do que vinha recebendo.

Five-O foi o episódio mais sombrio da série. Era claro que o passado de Mike não era nada tranquilo, mas, mesmo em Breaking Bad, pouco sabíamos sobre ele. Somente que tinha uma neta e que fazia tudo por ela. Agora podemos entender o peso na consciência do ex-policial e a ausência de qualquer sinal de alegria em seu rosto. Mike foi  indiretamente responsável pela morte do filho, e esse é um peso difícil de carregar. 

A história dele não é muito original. Policiais corruptos estão em diversas séries, entretanto, por ser alguém tão enigmático como Mike, acaba sendo algo forte mesmo assim. Jimmy só entra em cena uma única vez para mostrar que é mesmo aquele cara que vemos em Breaking Bad, alguém que faz sua parte, independentemente do que seja necessário.  Sabemos que a relação dos dois ainda vai estreitar. 

Enfim, Better Call Saul já está em reta final, e por enquanto se prova um spin-off  que não está só querendo fama por cima de Breaking Bad. Na verdade, a série só reforça como Breaking Bad tinha personagens muito bons, capazes de protagonizar sozinhos histórias paralelas, como é o caso aqui. Provavelmente esta série entrará para as minhas favoritas muito em breve. Que venha o próximo episódio!

Reviews 5797983084572205272

Postar um comentário Comentários Disqus

Página inicial item