loggado
Carregando...

[Review] Marvel's Agents of S.H.I.E.L.D. 2x14 - Love In The Time of H.Y.D.R.A.

Hmm, ok! Agora pare!


Hmm, ok! Agora pare!

Ok, apesar de todo meu apreço pela trama, o novo episódio de Marvel's Agents of S.H.I.E.L.D me deixou um pouco desapontado. Honestamente, não sei porquê, mas a impressão que tive foi que as coisas estão se arrastando um pouco no momento. Eu gosto da série, não me levem a mal, mas eu simplesmente não consegui curtir a vibe deste episódio tanto quanto o da semana passada, por exemplo. Nunca fui o maior fã de Grant Ward (Sorry, Brett Dalton) e fico sempre contente em ver que ele não está nos episódios. Não é nada pessoal, mas acho que os roteiristas perderam a mão um pouco com o seu personagem e talvez seja por isso que não curti tanto esse 14º episódio da segunda temporada.

Quanto a esta "Real S.H.I.E.L.D.", não tenho nem como defender isso gente. O fato de que eles serem tão incompetentes a ponto de nem saberem que Nick Fury está vivo e bem não me deixa levá-los a sério. Eu, como sempre inocente, pensei que com o twist no final do episódio da semana passada nós estávamos indo obter uma aparição surpresa ou até mesmo um mote mais voltado para o novo filme dos Avengers. Obviamente tive minha cara lindamente sambada pela série, e o máximo que tivemos foram as apresentações dos líderes da nova organização. Confesso que sou um fã de Christine Adams (que já vimos antes), Kirk Azevedo, e Edward James Olmos; porém não estou familiarizado com Mark Allan Stewart, e achei que todos estavam bem em seus papéis. Outro que se destacou demais foi Hunter, que mostrou que vai dar trabalho pra esse pessoal e não se deixou levar pela historinha que eles contaram (sim sou parcial, #TeamCoulson).

Falando um pouco do que importa, o que foram os momentos Fitz-Simmons desse episódio? Há algum tempo não víamos os dois interagindo tanto, o que foi ótimo, pois eles são o grande OTP da série, apesar dessa interação não ter sido nem um pouco amistosa. Eu sinto falta deles. Torço para que voltemos a ter mais do que isso, e que enquanto Simmons continuar a estar insuportável, Fitz continue sambando na cara da moça como fez nesse episódio. Outra dupla que me agradou bastante foi Skye e Coulson. Estou realmente curtindo a direção que eles tomaram para a personagem de Skye e que estamos cada vez mais próximos de vê-la cada vez mais parecida com a Daisy dos quadrinhos (adorei os diálogos entre os dois e a cabana de Fury sendo usada para a contenção e proteção de Skye).

Skoulson <3
Por fim tivemos Bobbi e Mack jogando de ambos os lados e Grant, sendo seguido por um cachorrinho perdido chamado Agente 33. Sobre esse ultimo plot, honestamente não sei onde eles pretendem chegar, mas não consegui gostar de nada. Sério que precisávamos de um episódio mostrando a superação da Agente 33 à barra de ter ficado com o rosto queimado? Achei a peruca usada nela extremamente incômoda, espero que essa trama leve a algum lugar. Quanto à Mac e Bobbi, não sei mais o que pensar. Não ligo para Mac, acho ele até bem chato, mas estou realmente decepcionado com Bobbi e espero que ela venha logo de vez para o lado do #TeamCoulson, pois a personagem é muito boa e não quero que ela suma. Talvez seja por isso que estou tão animado para o próximo episódio, focando na Mockingbird (ou Bobbi para os íntimos).

Não me decepcione novamente Marvel's Agents of S.H.I.E.L.D., ok?

Séries 2168905939358618037

Postar um comentário Comentários Disqus

Página inicial item