loggado
Carregando...

[Review] The Walking Dead 5x14 - Spend

Todo mundo odeia um traíra.


Todo mundo odeia um traíra.

Se os muros externos de Alexandria são resistentes e afastam o perigo, não se pode dizer o mesmo dos internos. Estes são de vidro. O que Spend deixou bem claro é algo que a temporada inteira vem mostrando: grupos diferentes, filosofias diferentes. E a filosofia de Alexandria para com os seus é muito diferente da filosofia de Rick & cia. É questão de tempo para que o delicado equilíbrio que mantém esses dois grupos em harmonia desapareça e novos conflitos surjam do lugar.

Enquanto que, tanto Rick, como Glenn e Abraham fazem de tudo para proteger e salvar alguém de seu grupo, a regra em Alexandria é um pouco diferente: não se arrisque para salvar ninguém. Por isso tantos abandonos em missões e tantas mortes. Para um grupo como o de Rick, que já manteve idosos e bebês, isso é meio inconcebível. A fúria de Gleen com Nicholas não é a toa, ele abandonou não apenas o colega de longa data, como também Noah. Ele sai da série sem ter feito muito, mas de maneira marcante que, com certeza, Glenn não vai esquecer. A ideia de a cidade ser um lugar seguro caiu por terra com a morte de Noah, que vai repercutir tão mal quanto a morte de Aiden. Sem falar de Tara, que também está por um fio.

Tudo isso já seria o suficiente para uma crise entre os dois grupos, mas ainda temos a questão de Pete e Jessie. Todo mundo já sacou que ia rolar uma grande treta entre Rick e Pete desde o primeiro encontro dos dois, mas agora Carol também se envolveu e não vai deixar barato que uma violência que ela já sentiu na pele ocorra também em Alexandria. O problema é que ela quer uma solução definitiva, e Rick pode acabar concordando com isso. Fica a dúvida se Deanna instituiu a pena de morte na cidade, e parece que não.

Para piorar o que já estava ruim, Gabriel, o padre que fechou sua igreja e deixou membros da sua comunidade morrerem, vai até Deanna e detona a imagem do grupo que salvou sua vida. Além de traíra, Gabriel é um grande hipócrita. Mas o grande problema é que ele não falou nenhuma mentira ao dizer que se Rick achar necessário, vai tomar o lugar para si. Enfim, a bomba foi armada, só resta saber quando vai explodir. Com dois episódios para o final da temporada devemos ver mais mortes de ambos os grupos, mas não acredito que a cidade caia em caso de conflito, como aconteceu com Woodbury, com a Prisão e com o Terminal. Alexandria parece ter uma base mais sólida para resistir, assim como o Hospital.

Enfim, Spend só e mais um entre tantos bons episódios da temporada. Se tudo se encaminhar bem, é possível que essa acabe sendo a melhor temporada da série. The Walking Dead ganhou um bom gás e pode durar mais alguns anos. Audiência para isso ela tem, só resta ter história.

Considerações Finais

- Já vi o Chris se dar tão mal em sua série, que a morte dele me lembra aquelas hipotéticas mortes que ele imaginava sofrer na escola. Chris acabou durando mais do que Greg. Devo dizer, porém, que se o episódio quisesse chocar mesmo, Glenn deveria ter sido a vítima. De qualquer forma, a lista de coadjuvantes do grupo está diminuindo. Já foram Bob, Beth, Tyreese e agora Noah.

The Walking Dead 8221086808327929487

Postar um comentário Comentários Disqus

Página inicial item