loggado
Carregando...

[Review] The Walking Dead 5x16 - Conquer (Season Finale)

Um lapso de civilidade.


Um lapso de civilidade.

Teve sangue, brigas e mortes nessa season finale de The Walking Dead. Isso já era esperado. Teve oscilações entre tensão e monotonia, mas em um episódio de uma hora de duração isso também era esperado. Então qual foi a surpresa desse episódio final? A surpresa foi vermos atitudes humanas onde se esperava mais violência. As regras do “novo mundo” não foram ignoradas, na verdade elas prevaleceram no fim. Entretanto, Maggie, Sasha, Gleen e principalmente o esperado Morgan, resgatam outro ponto de vista que era muito debatido nas primeiras temporadas: o valor da vida.

Se Morgan retornou para ajudar a Rick se lembrar de como era, isso fica para a próxima temporada. Fato é que Rick é um personagem bem mais interessante agora do que no começo da série. Mesmo assim o protagonista só ganhou destaque nos minutos finais do episódio. Grande parte da uma hora foi dedicada a outros personagens. Começando por Sasha, que está na lista dos que estão pirando.

Vários episódios mostraram esse processo de Sasha, que não consegue lidar com as perdas recentes de Bob e Tyreese. Como paralelo temos Maggie, que parece lidar melhor com as perdas de Hershell e Beth. Apesar disso, ela acaba se tornando uma das personagens com mais chances de sobreviver, pois, assim como Rick, sabe "fazer o que tem que ser feito". Não dá pra saber se sem a interferência de Maggie, Sasha teria poupado Gabriel, mas o próprio Gabriel também está perdendo a noção ao deixar o portão aberto, ou pelo menos estava. O grupo está mais forte agora que resolveram esse problema. Com Abraham perdoando Eugene outro conflito se encerra, o que vai se provar importante já que um novo inimigo apareceu, e a união do grupo será fundamental para manter Alexandria intacta.

Longe dali, um dos membros mais estáveis do grupo, Daryl, era o único que parecia seguir com algum propósito. Derrubando zumbis só com uma corrente, ele mantém o posto de personagem favorito da maioria. Acredito que ele seja tão popular, pois é "de fazer, não de falar". Também não dá para saber se ele sobreviveria sem ajuda de Morgan - acredito que sim - o que importa é que conseguiu recrutar alguém que pode ser importante: qualquer um que consegue derrubar walkers só com um "cabo de vassoura" é de grande ajuda nesses dias. O grande problema para a galera que curte matança é que Morgan é "da paz". O mais importante é que ele conseguiu sobreviver sendo assim, enquanto muitos - como Tyreese, por exemplo - morreram seguindo essa filosofia. Morgan pode se tornar o indicio de que as coisas não precisam ser como Rick pensa que precisam.

Entretanto, esse é só um ponto de vista. Afinal, Rick estava certo quando disse à Deanna que o melhor seria matar Pete. O cirurgião não foi prudente, ignorou o que Carol disse e comprovou que era alguém que não serve para o mundo atual. Deanna teve que ver o marido morrer em suas mãos para se tocar disso. E Rick? Esse nem hesitou em executar o rival. Provavelmente ele tem o caminho livre com Jessie agora, e se torna de vez um dos líderes de Alexandria. Ao mesmo tempo, Gleen não conseguiu matar Nicholas. E teve sorte, muita sorte de Nicholas estar dizendo a verdade quando tinha uma arma apontada para a cabeça, senão Gleen ia se dar muito mal pelo gesto de compaixão. Acredito que a intenção do roteiro foi mostrar que "o mundo vai mal, mas nem tão mal assim". E se pararmos para pensar, a maioria do grupo teria feito o mesmo que Gleen, até o próprio Noah. Penso que somente Rick e Carol teriam matado Nicholas.

Enfim, a temporada toda trouxe conflitos entre formas de enxergar o "novo mundo". No momento em que a assimilação da violência está mais do que introduzida em Rick, surge alguém do passado para colocar em xeque - ou não - sua nova filosofia. Provavelmente ambos estejam certos. Para sobreviver é preciso saber o que fazer com pessoas como Pete, mas também o que fazer com pessoas como Nicholas e Gabriel. Alguns não precisam morrer afinal, e é normal se perder em situações extremas como essa, não sabendo como reagir. Rick terá que lidar com tudo isso uma vez que Alexandria agora está sob suas regras. Quanto a galera do "W", não sei o que pensar. Vai ser necessário muita criatividade para um grupo novo de vilões surpreender. E eles terão que mostrar força, pois Alexandria não será facilmente derrubada, e deve ser temida por aqueles que não se encaixarem nas regras de Rick.

Considerações Finais

Surpreso que o Gleen sobreviveu? Eu também! Mas muita coisa foi wtf nesse episódio. Os roteiristas devem estar assistindo Banshee.

Foi uma temporada boa em relação a outros anos, mas sei que a série não consegue ir além de episódios como foi o No Sanctuary, o primeiro e melhor episódio da temporada.

Continuarei acompanhando The Walking Dead, mas ciente das suas limitações. Digo isso pois sempre quando termino uma temporada, paro e penso se está valendo a pena assistir a série. Algumas como Banshee e Empire estão entre as minhas favoritas, e sigo forte com elas. Outras como New Girl e The Big Bang Theory já me cansam mais. Só que como sou apegado, não largo.

Outras como Once Upon a TimeThe Vampire Diaries e American Horror Story eu larguei e não sinto falta. The Walking Dead ainda me agrada bastaste e devo seguir com ela por mais uma temporada. Então, aos fãs da série que acompanham minhas reviews, nos vemos em outubro. Aos que acompanham minhas outras reviews, estou por aí com  Better Call Saul e com os episódios finais de Mad Men. Além, claro, do spin-off Fear The Walking Dead em agosto. Isso é tudo, até a próxima e muito obrigado a todos os leitores!

The Walking Dead 5958812193730363846

Postar um comentário Comentários Disqus

Página inicial item