loggado
Carregando...

[Crítica] Velozes e Furiosos 7

Com certeza foi uma briga de rua!


Com certeza foi uma briga de rua!

Depois de dois anos, Velozes e Furiosos recebe sua tão aguardada continuação nas telinhas. Um dos motivos que enalteceram a espera deste filme foi, definitivamente, ver o que ocorreria com o personagem de Paul Walker. A quantidade de ação no filme é exagerada, com espaço para poucos diálogos, mas o longa promete cair nas graças do povo.

Para o seu sétimo ano, Dom (Vin Diesel) e sua equipe tem um grande desafio pela frente. Com quase duas horas e meia de filme, a direção opta por uma divisão do objetivo final do filme. São cinco partes em que toda a equipe de Dom e Brian (Paul Walker) se esforçam para pegar Deckard (Jason Statham). A primeira parte, claramente, é o final do sexto filme, onde o vilão Deckard dá as caras e assassina Ian friamente; a segunda parte fica por conta de Deckard e Hobbs (Dwayne Johnson) que abrem as cenas de ação do filme, e a partir daí elas não param; para a terceira parte onde o segundo plot do filme é introduzido, temos toda a equipe de Toretto (Jordana Brewster) trabalhando juntos e fazendo o que eles fazem de melhor; a história dá um pulo no espaço e é teletransportada para Abu Dhabi e, claro, com muita ação e carros. Por último, a história volta LA onde é encerrada, tudo regado de muita apreensão e suspense.

Se o primeiro plot é redundante e batido, o segundo rouba a cena. Encarregados de salvar um hacker e o programa que ele desenvolveu, capaz de localizar qualquer pessoa no mundo, a equipe de Toretto desenvolve um plano bem maluco e ousado. Logo no começo temos um ponto positivo e bastante interessante: o hacker é uma mulher, bonita e cheia de atitude. Quebrando todos os estereótipos esperados para um personagem como esse, virando até piada no filme. E os diálogos engraçados foram usados como uma escora, "arrancando" risadas dos espectadores. Alguns são bem forçados e obviamente pensados para isso, outros ocorrem com a maior naturalidade e fluem com a história.

Os efeitos especiais e a fotografia do filme estão impecáveis. Diferente de alguns filmes antecessores, Velozes e Furiosos 7 é aposta em tons iluminados, facilitando bastante para o espectador. Em contrapartida, o longa abusa das cenas mentirosas. Mas quem acompanha sabe que isto é rotineiro em todos os filmes, nada que prejudique o filme ou atrapalhe no decorrer do enredo. A tecnologia 3D é desprezível e utilizada apenas em algumas cenas, quase imperceptíveis.

O confronto de Dom e Deckard é o momento mais esperado de todo o filme e, com certeza, conseguiu provocar momentos tensos. O modo como a luta deles e o resto do filme foi intercalado é algo bastante interessante, em momento algum o filme se torna cansativo. Tudo ali foi minimamente pensado. Apesar de ter um papel menor nesse filme, as aparições de Hobbs valem muito a pena e as falas dele são de longe um ponto forte do filme. Com o filme girando em torno de Brian, Dom e sua equipe, não resta mais nada a ser mostrado. Com isso, vemos que o enredo é todo direcionado a eles, mas novamente nada se torna cansativo de se assistir. E com um apoio excepcional temos os vilões, que foram muito bem trabalhados, há um equilíbrio claro na história.

É inevitável assistir o filme sem pensar: "o que irá acontecer com Brian O'Conner?". Durante todo o filme, a história do personagem começa a ser traçada e o fim para ela começa a tomar forma, e são nos momentos finais do filme que a despedida ocorre. De todos os filmes da franquia, ouso a dizer que essa é a parte mais emocionante. Ao mesmo tempo em que os personagens se despediam e desenham um rumo para Brian, é possível ver que ali também é uma despedida dos atores, principalmente de Vin Diesel, que conviveu durante todos esses protagonizando ao lado de Paul. A morte não chega para Brian, pelo contrário, ele é liberto e assume uma nova vida a partir daquele momento. A homenagem ao ator vai além, e uma coletânea de cenas dele de todos os filmes é mostrada enquanto Vin Diesel narra uma breve despedida a ele.

Velozes e Furiosos 7 entrega o que prometeu entregar: é um filme de ação, tecnológico e com poucos diálogos - bem pobres, porém necessários. E os rumores de que mais uma sequência está por vir ganham forças e formas, já que o filme deixa um espaço aberto para que isso ocorra. Então, se você procura por um filme com algo a mais, definitivamente, este não deve entrar para sua lista. Mas se duas horas de diversão, ação e explosão te agradam, vale a conferida sem medo, já que o longa cumpre bem esses requisitos.

"Não importa se você está a um quilômetro ou do outro lado do mundo. Você sempre estará comigo, e sempre será meu irmão. Para Paul."

Velozes e Furiosos 7 4740375794428184375

Postar um comentário Comentários Disqus

Página inicial item