loggado
Carregando...

[Crítica] Vingadores: Era de Ultron


Por Celso Landolfi

O Universo Cinematográfico da Marvel dá mais um grande passo com a chegada de Vingadores: Era de Ultron, filme que estreou no último dia 23 nos cinemas de todo o país. Joss Whedon se despede da direção da franquia com um longa superior ao primeiro em quase todos os quesitos: Era de Ultron traz uma grande aventura para qualquer fã de super-heróis, com um roteiro mais sombrio e sério, explorando o melhor de cada personagem da história.

Em suas pouco mais de 120 minutos de duração, somos presenteados com fantásticas sequências de ação desde os primeiros momentos do filme, que já mostram os Vingadores em perfeita sincronia. O herói mais carismático é novamente Bruce Banner, ou melhor, o incrível Hulk, que rouba a cena mais uma vez e é protagonista de uma das melhores batalhas deste Era de Ultron. A qualidade dos efeitos especiais está impressionante, superando quase tudo já visto em filmes do gênero. O vilão, Ultron, criação do próprio Tony Stark, pretende destruir seu criador e todo o mundo, sendo esta a premissa para que o grupo de heróis entre em uma grande busca para deter seu novo inimigo. A introdução de novos heróis é um ponto forte do filme: a dupla Mercúrio e Feiticeira Escarlate - que tiveram suas histórias alteradas por fazer parte de universo dos X-Men, pertencentes a Fox nos cinemas - não decepcionam, sendo figuras essenciais para o desenrolar dos eventos.

Cabe destacar que a Marvel já deixa brechas para seus próximos filmes, basta prestar atenção na complicada relação entre o Homem de Ferro e Capitão América. O deus nórdico, Thor, não recebe tanto destaque quando na aventura anterior, porém, tem passagens importantes, tanto dramáticas quanto cômicas. O roteiro não esquece de valorizar a presença da Viúva Negra e do Gavião Arqueiro, que demonstram ser tão importantes quanto os heróis mais poderosos. Temos, ainda, a presença de Andy Serkin (Smeagol, King Kong, Cesar) no elenco.

Como disse, o roteiro caprichou no equilíbrio entre tantos personagens, o que proporciona sequências épicas que ficarão um bom tempo na memória dos fãs, além de divertir muito o espectador comum. Vingadores: Era de Ultron cumpre seu papel em ser o carro-chefe do Universo Cinematográfico da Marvel, mesmo sofrendo com a sombra de seus sucessores, que prometem trazer o Homem-Aranha, o filme não passa perto de ser uma aventura desnecessária. Os princípios de muitos futuros longas estão aqui, e a aventura da guerra contra Ultron vale o ingresso. Em um ano recheado de super estreias, a Marvel garante seu lugar entre as melhores e só aumenta as expectativas pelo que vem por aí.

Vingadores: Era de Ultron 593227560549701579

Postar um comentário Comentários Disqus

Página inicial item