loggado
Carregando...

[Review] The Flash 1x15/16/17 - Out Of Time/Rogue Time/Tricksters

Vai ser muita informação pra uma review só.


Vai ser muita informação pra uma review só.


1x15 - Out Of Time



O que dizer desse episódio tão maravilhoso mas cheio de cenas dramáticas muito chatas? Sinceramente, alguém ainda suporta Iris West? Alguém ainda espera que ela e Barry formem um casal bonito e sejam felizes para sempre? Porque, honestamente, eu espero que o Grodd apareça e coma a cabeça dela. Mesmo com tanto drama Eddie-Iris-Barry-Linda, o episódio conseguiu desenvolver bem algumas tramas de outros personagens e ainda assim conduzir de maneira exemplar o vilão da semana e a trama principal da temporada, em 40 minutos que passaram, para mim, como se fossem cinco.

Deixando essa trama de lado para comentar melhor posteriormente, vamos falar da loucura que foi Out of Time. A cena de Barry correndo e vendo a si mesmo, o Liam McIntyre reciclando algumas de suas falas em Spartacus no novo (e dessa vez original das HQ's) Mago do Tempo e aquele final que me deixou de boca aberta por dias após assistir o episódio, conseguiram colocar Out of Time facilmente no meu Top 3 da temporada. Mesmo vendo Barry apostando corrida consigo mesmo, não esperava que o final fosse nos trazer uma pequena viagem no tempo. Imaginei que esse tipo de "surpresa" seria reservada para a season finale, e fui surpreendido novamente.

Mark Mardon, o Mago do Tempo, foi brilhantemente representado pelo "Spartacus" e não deixou a desejar em atuação. A ligação com o primeiro episódio, a motivação do vilão, e seis meses a mais para controlar os poderes tornaram esta versão do vilão muito mais poderosa e coerente com os meta-humanos posteriores da série. Além disso, ainda carregaram o episódio com referências, como a Varinha do Tempo que mencionei na ficha do vilão lá do episódio piloto, mas que ao invés de dar poderes para Mark, os retirava.

Como se tudo isso já não bastasse, ainda temos o plot de Cisco e Caitlyn descobrindo a verdadeira identidade do Dr. Wells, além da incrível cena da morte de Cisco. E Iris descobrindo do Barry, e tsunami. Resumindo: foi tudo uma grande loucura!

Out Of Time foi um daqueles episódios que fez minha cabeça explodir. Toda review eu comento sobre como os produtores e roteiristas estão acertando com The Flash, e este episódio é a prova de que o homem mais rápido do mundo está em boas mãos.




1x16 - Rogue Time



"The Rogues... cute!"

Se o episódio anterior foi um soco na boca do estômago com tanta coisa acontecendo, Rogue Time foi mais morno. Resoluções rápidas, sem muita enrolação, e só um pouquinho de drama; diria que esse foi um dos episódios menos emocionantes até agora, e é bem provável que seja devido à alta expectativa deixada pelo anterior.

Com o desenvolvimento e finalização rápida da trama de Mark Mardon, logo no início do episódio, o plot principal aqui é Capitão Frio e a Galeria de Vilões (dessa vez com o nome dito na própria série) em busca de novas armas de gelo e fogo. Além disso, temos a adição de Lisa Snart, irmã do Leonard, e importante vilã do Barry nos quadrinhos.

Com Cisco sequestrado, o episódio demorou muito para resolver duas questões: novas armas para Snart, Mick e agora Lisa, e a verdadeira identidade do Flash sendo revelada para a Galeria. Tivemos pouco de Wells, e agora somente Barry desconfia dele,  e Caitlyn completamente apagada no episódio. Iris teve um tempo de tela considerável, somente para dar outro pé na bunda de Barry e depois contar tudo pro seu namorado (igual menina de 15 anos, diga-se de passagem). Outra história já desgastada na série, apesar de ter sido legal ver o Eddie dar um soco em Barry.

A luta entre a Galeria de Vilões e o Flash também foi bem curta, e foi muita conversa somente para o Barry deixar Snart fugir em troca do segredo de sua identidade.  Nada demais por aqui. De fato, esse episódio deixou a desejar em relação aos outros, mas conseguiu injetar um pouco da história geral da temporada nos seus minutos finais, com Wells matando o chefe da Iris e Barry desconfiando dele. Isso reflete bastante nos próximos episódios, mas confesso que esperava mais dessa viagem no tempo aleatória de Barry.

P.S.: A cara do Eddie quando a Caitlyn explicou a Psicose do Relâmpago estava impagável. Eddie sem dúvida é um dos personagens mais engraçados da série, mesmo quando não tenta ser.




1x17 - Tricksters



"My name is Harrison Wells!"

Mais um episódio bomba (literalmente) na primeira temporada de The Flash, com muitas e mais algumas revelações da trama principal do Flash Reverso. Como vilões do episódio, temos James Jesse e Axel Walker, também chamados de Trapaceiro. Na série, vemos Axel usando a identidade de Jesse, que está na cadeia, para ajudá-lo a fugir e retornar à sua carreira de vilão. Enquanto são pai e filho na série, nos quadrinhos a história dos dois é a que eles tentam passar para Joe e Barry. Alex utiliza-se dos nomes e truques de James após a sua morte, se tornando o segundo Trapaceiro.

A história dos dois foi bem legal de ser vista, até porque James foi interpretado por Mark Hamill, ator que interpretou o mesmo vilão na série do Flash de 1990 (para quem não sabe, Henry, da série atual, era Barry Allen na série antiga). A única coisa que me incomodou um pouco nesse episódio foi aquela flor roxa no terno de James, uma referência ao Coringa. Tirando isso, tudo ficou bom. Já o ator responsável por interpretar Axel deixou um pouco a desejar, porque o vilão pareceu bastante forçado ao longo de todo o episódio.

Já Barry aprendeu um novo poder (um que eu esperava que fosse mostrado logo, por achar o mais legal) e agora pode atravessar paredes. Gostei que o Trapaceiro colocou a bomba no braço dele, e foi uma referência forte aos quadrinhos.

Enquanto isso tudo acontecia, vimos flashbacks do Dr. Wells, e algumas perguntas e curiosidades foram deixadas bem claras. Logo no início do episódio vemos a luta entre Barry e Eobard na noite do assassinato de Nora. Vimos que foi mesmo Barry que salvou a si mesmo quando criança e descobrimos que Eobard e Wells não são a mesma pessoa. Particularmente eu adorei esses flashbacks, mais por ver Eobard sendo representado como é nos quadrinhos, mas também porque vimos como Wells está envolvido em tudo isso. Tivemos a explicação do sangue não ser dele nas paredes e como Eobard trocou de corpo (posso estar alucinando, mas vi claramente uma referência à Fringe e seus shapeshifters naquela cena).

No geral, o episódio foi bastante empolgante e deixou qualquer fã do Velocista Escarlate com o coração cheio de orgulho. The Flash não desacelera nunca (desculpem a piadinha) e esta reta final da temporada promete deixar todo mundo soltando gritinhos de empolgação.

P.S.: Agora o Eddie sabe quem é o Flash, e já estou ansioso para o desenvolvimento dessa história.




FICHA DOS VILÕES


Nome Civil: Lisa Snart
Nome de Vilão: Patinadora Dourada
Poderes (somente pós-Novos 52): Voo, forma astral, mover-se em altas velocidades
Origem dos Poderes: Adquire em uma explosão que a deu poderes



Nome Civil: James Jesse/Axel Walker
Nome de Vilão: Trapaceiro
Poderes: Nenhum. Utiliza-se geralmente de explosivos e truques para tentar matar o Flash
The Flash 3424391240208926704

Postar um comentário Comentários Disqus

Página inicial item