loggado
Carregando...

[Review] Mad Men 7x10 - The Forecast

O conflito de gerações.


O conflito de gerações.

Esta semana Mad Men reservou tempo para a relação entre Don e Sally. Geralmente teríamos um episódio todo para isso, mas os roteiristas devem saber que a série tem cinco episódios para encerrar sua história, por isso o momento entre pai e filha ficou para o fim do episódio. The Forecast não foi totalmente centrado em Don como os dois últimos episódios da série, mas o maior destaque ainda ficou para ele.

Porém, antes de Don, vou comentar um pouco sobre Joan, pois possivelmente este foi o último episódio com destaque para ela na série. Joan sofreu muito desde o começo da série, tanto com Roger, como com Greg, seu ex-marido, além do momento mais sujo da série, quando ela foi o fator decisivo para a conquista da conta com a Jaguar. Foi essa questão da conta, e também a forma como Don acabou com ela, que fez Joan criar uma grande mágoa do publicitário. Mas enfim a estabilidade financeira chegou, e ao que tudo indica Joan encontrou um companheiro, mais velho, assim como Roger. Só consigo ver esse plot como indicativo de fim de série para ela. Das pessoas que merecem ter um final, digamos "feliz" em Mad Men, Joan com certeza está na minha lista. Ela sempre terá que lidar com o ambiente machista da agência, assim como toda mulher que trabalha lá - a série nunca esquece de mostrar como as secretárias são tratadas na agência, e nesse episódio não foi diferente - mas parece ter mais força, assim como Peggy, do que lá na primeira temporada. 

Falando em Peggy, suas cenas com Don ou Peter sempre merecem destaque. Peter ainda não teve um episódio só para ele, mas está mais estúpido do que nunca. Me pergunto se a história do filho que tiveram voltará a ganhar alguma atenção no final da série, mas acredito que não. Peggy, no entanto, parece querer seguir firme em ter o cargo que um dia foi de Don. Draper também não foge muito de ser estúpido ao questionar tanto a publicitária sobre o porquê dela querer o que quer, e tomou uma bela invertida. Entretanto, não foram os dramas pessoais dele o que chamou a atenção no episódio.

O destaque ficou por conta da relação de Sally com os pais. Tanto Betty quanto Don a decepcionam, cada um a sua forma. Ela percebe a relação entre a mãe e Glen, assim como a do pai com sua amiga de colégio. Don sentencia que Sally é igual a ele, mas está errado. Sally nasceu em um contexto bem diferente, teve experiências diferentes e viverá os anos 1970 e toda a contracultura. Don não percebe que está ficando ultrapassado. É notável também como ele não consegue ajudar os próprios novatos de sua agência, dando péssimos conselhos. Talvez ele espere dos outros a mesma habilidade que ele mesmo teve para chegar onde chegou. Talvez.

Considerações Finais

Foi legal ver Glen de novo, só mostra como o tempo passou e como Betty está no hall de personagens mais odiáveis de Mad Men, junto com Peter e Harry provavelmente. 

Reviews 8318275769030195318

Postar um comentário Comentários Disqus

Página inicial item