loggado
Carregando...

[Review] Grey's Anatomy 12x04 - Old Time Rock and Roll


Quando o caráter toma a frente de uma simples obrigação, tudo passa a fazer mais sentido. Quando pensar verdadeiramente no próximo e no quanto tudo para ele mudará a partir dos seus atos, a vida toma outra forma. Num texto lindo e perfeitamente orquestrado, fomos presenteados com Old Time Rock and Roll. O que parecia mais um episódio procedural qualquer foi aos poucos se entrelaçando em diferentes histórias que, ao final, convergiram para um só ponto: toda ação tem sua consequência.

Deixando um pouco de lado plots como o de April e Jackson e a chefia de Bailey (que nem apareceu), foi hora de saber um pouco mais sobre os sentimentos de Meredith e como os últimos acontecimentos de sua vida ainda afetam seu cotidiano depois de algum tempo. Entrelaçado a isto, tivemos um ótimo momento para conhecer mais sobre os internos/residentes, e para dar espaço ainda mais para o título de "hospital-escola" que o Grey+Sloan possui. Há muito não vemos um storyline tão bem escrito envolvendo estes aspirantes à medicina, e de uma forma tão sutil. Ninguém deve fazer nada por obrigação ou por um "nome riscado na lista", como bem disse Grey; a situação, apesar de cômica a princípio, desencadeou um dos discursos mais inspirados da série, com Ellen Pompeo em uma interpretação invejável.

É certo que com um desfecho razoável para a trajetória de Meredith ao final da temporada passada, não há a necessidade imediata de tocar em feridas da personagem. Portanto, após três episódios, parece um momento propício para colocar em jogo assuntos como a viuvez de Grey e no quanto ela não havia se dado conta de tudo isso. Pode até ser que não demore para que Meredith encontre um novo amor, mas após suas (maravilhosas) reflexões junto a Maggie, planos como este serão adiados por muito tempo.

E por falar em Maggie, que maravilhosa que essa mulher está ficando! De loser à rainha da cirurgia cardiotorácica, Maggie Pierce já conquistou seu lugar na série com toda a certeza. O que um dia pareceu mais uma forçada de barra por parte dos roteiristas, hoje se tornou uma das melhores coisas da série, e sim, falo do parentesco entre Maggie e Meredith. Ainda que Amelia complete o trio (ou quarteto, se contarmos com Alex), é das irmãs que temos visto as melhores cenas até então.

No departamento das falsianes da semana, tivemos o estrelato de Jo (a.k.a. Izzie Stevens piorada). Tudo bem que a personagem não tem lá tanta força em cena, mas vamos combinar que ela não ajuda a ser ajudada. Não bastasse toda aquela conversa insuportável com Alex no episódio anterior, agora ela decidiu dedurar a amigona do coração porque ficou com raivinha. Tomara que Edwards fique com todas as cirurgias, com todos os pacientes, seja amiga fiel e confidente da Amelia, enquanto a Jo vai ficar a vida toda bancando a de não ser aceita pelos amigos do boyfriend. Quando a gente acha que ela vai decolar, Jo simplesmente se afunda novamente no poço da involução. Já espero muitas tretas pros próximos episódios.

E aquela cena final, alguém estava preparado? Eu não. Bati palmas e vibrei muito pelo fato de tudo ter se encaixado até ali. O discurso para os internos serviu não somente para instruir, mas também para jogar essa bomba bem na nossa cara. Aquela personagem, a única com quem pudemos ter o mínimo de simpatia no trágico episódio da morte de Derek, está de volta, e como ninguém menos que o novo crush da Callie. Com esta abertura, tudo indica mais atenção para Meredith e sua vida. Já quero!

Manda outro episódio pra ontem, Shonda! <3

P.S.1: Arizona esteve sensacional. Divertida, simpática, de bem com a vida.. é assim que a gente gosta!

P.S.2: Richard sendo Richard mais uma vez e jogando a verdade na Amelia! Maravilhoso! 

P.S.3:shippo MUITO a Maggie e o DeLuca!!!

P.S.4: E a lição do dia foi: o trem do orgasmo nunca deve parar! #ficaadica


Músicas do Episódio:

- Running Behind, interpretada por HOLYCHILD
- Ignition (Remix), interpretada por  The Wind and The Wave
- Believe, interpretada por Correatown
- Halo, interpretada por Kris Orlowski
- Butterfly Girl, interpretada por Duran Duran
Reviews 9185235535491734633

Postar um comentário Comentários Disqus

Página inicial item