loggado
Carregando...

[Review] Marvel's Agents of S.H.I.E.L.D. 3x01 - Laws of Nature

Alô, é da SAMU?


Alô, é da SAMU?

Eu já disse isso antes, mas para mim Agents of S.H.I.E.L.D. atua como uma espécie de reflexo do MCU como um todo. A primeira temporada parece muito com a chamada Fase Um da Marvel nos cinemas: constantemente referenciando os Vingadores, fazendo a história acontecer enquanto espera o grande crossover, que aconteceu no episódio 1x17 e intercala os acontecimentos com O Soldado Invernal. Já a segunda temporada se mostra mais como a Fase Dois: mais escura, mais autônoma, com os roteiristas dispostos a assumir riscos em seus personagens. Mas a Fase Três da Marvel nas telonas parece ser totalmente diferente das duas primeiras, e essa estreia da terceira temporada de Agents of S.H.I.E.L.D. nos dá um vislumbre do que está por vir.

Os personagens se encontram em encruzilhadas existenciais, perguntando se o que os define é mesmo necessário em um mundo de deuses cósmicos altruístas. As histórias são baseadas em espionagem e intriga, mas eles coexistem com superseres de habilidades especiais. Personagens como Vision ou Feiticeira Escarlate são inimagináveis em Capitão América: O Soldado Invernal, mas vão estar presentes em Capitão America: Guerra Civil. Da mesma forma, Coulson e seu time batalham contra uma força-tarefa fortemente armada com sombra reminiscente de H.Y.D.R.A., apenas para descobrir que seu verdadeiro inimigo é um porco-espinho azul gigante.

Partindo para os acontecimentos do episódio, somos apresentados logo de cara a Joey, um novo inumano que foi o centro emocional desse episódio. Gostei bastante da sua habilidade (desintegrar alguns tipos de metais) e dos conflitos gerados a partir da conversa inicial que ele teve com Mac e Skye Daisy. Por falar em Daisy, a personagem está em sua melhor fase após a mudança de nome, o aceite de seus poderes e seu papel na liderança dos Guerreiros Secretos. Ela foi responsável por grande parte das cenas de ação do episódio, mas mesmo assim continua sendo aquela Skye marota que aprendemos a gostar desde a primeira temporada.


Também tivemos o retorno de Bobbi e Hunter que, após os acontecimentos da finale passada, estão mantendo em segredo seu envolvimento amoroso. Por falar em Bobbi, gostei dela no laboratório sendo a parceira de Fitz agora que Simmons está desaparecida. Achei uma ótima sacada, já que nas HQs ela tem um PhD e também é uma cientista. Senti um pouco de falta da May que, segundo Coulson, viajou e não retornou, e da mão dele, que foi substituída por um protótipo biônico.

Ao que parece, a trama principal da temporada será mesmo a caça do Governo pelos inumanos, já que nos foi apresentada uma nova divisão chefiada por uma ex-agente de inteligência um tanto escorregadia. Gostei da dinâmica entre ela e Coulson, e principalmente em saber que eles não são os vilões da temporada, mas sim o Sonic com esteroides, que ainda não sabemos o nome mas já consideramos pacas. A sequência de luta entre ele, Lincoln e Skye Daisy foi sensacional e estou curioso para saber como ele irá atuar na temporada, já que rouba (?) os poderes dos inumanos até a morte.

Por fim, vamos falar do dono desse episódio que atende pelo nome de Fitz. É impressionante ver o quanto o personagem evoluiu, o quanto ele realmente ama a Jemma e faria tudo para tê-la de volta. Parabenizo ao ator pela atuação, seja na sequência em que vai até o Marrocos para tentar recuperar um artefato que pode ajudá-lo a compreender aquela pedra que sugou Simmons, ou quando se dá conta de que perdeu sua amiga, amada e parceira após seu último fio de esperança se esvair. Senti de verdade o sofrimento dele no fim do episódio e ao mesmo tempo gritei aqui quando somos agraciados com a visão de uma Simmons viva fugindo de algo em outro planeta.

#SaveSimmons

Concluindo, a série voltou com um ótimo episódio, com mais ação, histórias interessantes e cativantes, além de, principalmente, os personagens que aprendemos a gostar durante os últimos dois anos. Vida longa à MAoS e #SaveSimmons.

Reviews 8734312354680426472

Postar um comentário Comentários Disqus

Página inicial item