loggado
Carregando...

[Review] Marvel's Agents of S.H.I.E.L.D. 3x05 - 4,722 Hours

Don't. Let. Go.


Don't. Let. Go.

É com grande alegria que começo esta review parabenizando mais uma vez a ousadia e criatividade dos roteiristas e produtores de MAoS após assistir um dos episódios mais ousados e corajosos da série. Primeiramente por ser centrado quase em sua totalidade em apenas uma personagem - Jemma Simmons -, nos inserindo em uma atmosfera nova e, principalmente, nos apresentando um novo personagem, que se mostrou capaz de levar a série para rumos bem interessantes e inesperados. Em segundo lugar, é preciso destacar a ambientação e fotografia maravilhosas, com takes soturnos e utilizando muito bem as sombras em um planeta que não tem sol, como descobrimos ao longo do episódio.

Tivemos muitas revelações envolvendo o tempo que Jemma passou perdida e isolada. A principal delas, sem dúvidas, foi o fato de não estar sozinha por lá. Imaginei que Simmons estivesse sendo perseguida por algum alien, ou até mesmo que pudesse estar paranoica após tanto tempo vivendo sozinha. Mas, para minha completa surpresa, assim que chegou por lá ela caiu na armadilha de Will, que no decorrer do episódio descobrimos ser um ex-astronauta da NASA enviado para proteger cientistas e exploradores que foram até esse planeta para estudá-lo. Acontece que eles acabaram "infectados" por alguma coisa que fazia com que se matassem ou se tornassem perigosos; o que resultou em Will ficando sozinho no planeta e escondido no subsolo. Essa história de Will tem alguns pontos que me chamaram a atenção, como o fato de ele não ter sido infectado pela tal morte. Tenho uma desconfiança de que ele não é quem diz ser e esconde alguma coisa bastante sombria (seria ele o vilão da temporada?); ou até mesmo que ele possa não ser real.

Voltando à Simmons, não esperava que ela conseguisse segurar um episódio inteiro nas costas e fui lindamente tombado, pois não só o roteiro foi muito bem montado como a atuação da Elizabeth Henstridge estava brilhante. Foi muito boa a forma como a personagem mostrou facetas que não conhecíamos como seu treinamento em sobrevivência, sua capacidade de resistir bem sob pressão e sua constante e firme esperança de que Fitz não desistiria dela; e por isso desde que chegou se aliou a Will com o objetivo de mandar um sinal para ele. Outro ponto que não podemos deixar de citar foi como o vídeo que ela assistia diariamente dos amigos e Fitz a deu forças para continuar e que ela só desistiu de lutar quando a bateria (interminável, ressalto) de seu celular se esgotou. É por isso que não se pode julgar a atitude de Jemma ao perceber que todos os seus esforços para sair daquele planeta misterioso foram inúteis, de desistir e se entregar a Will. Sejam honestos: após passar tudo o que ela passou, vocês não iriam querer se aproximar do único ser próximo a você que poderia tornar todo aquele suplício minimamente suportável? Então, por mais que fiquemos um pouco inconformados - sim, me incluo nessa tristeza coletiva - por sua presença representar um perigo real ao nosso shipper Fitz-Simmons, achei a atitude do Fitz perfeitamente condizente com o amadurecimento do personagem até aqui.

Estou muito animado para os rumos que a série está indo, principalmente após focar em algo que estava faltando nesta temporada: apego emocional aos personagens. Minha empatia por Fitz e Simmons cresceu muito, e isso me faz olhar para o início da série e perceber que, no quesito evolução de personagens e foco nas figuras mais apreciadas pelo público, MAoS dá um baile na concorrência.

P.S.: Só eu amei a referência/homenagem a Guardiões da Galáxia na abertura do episódio?


Reviews 3065256899787198490

Postar um comentário Comentários Disqus

Página inicial item