loggado
Carregando...

[Review] Lost Girl 5x16 - Rise (Series Finale)

" And I promess you not grown up a LOST GIRL. "


"And I promess you not grown up a LOST GIRL."

Primeiramente gostaria de pedir desculpa a todos pela demora review, mas espero que entendam que quando sua série do coração acaba o mínimo que podemos fazer é rever o series finale para que nossos corações não partam tanto com essa dor. Dor esta que seria maior se Jay Firestone de fato tivesse fechado esse capítulo da minha vida sem abrir um outro da forma como ele fez.

Mas vamos ao episódio em si, que já começa com a dark queen da Bo sugando o chi de toda a cidade naquele trono que o Jack fez para ela. Mas antes disso vemos que tudo foi meticulosamente planejado pela nossa succubu, que deixou a ferradura de Adamantium na casa pegando fogo para que seus amigos não morressem e ainda ressuscitou o Bruce – aquele brutamontes que sempre protegia a Kenzi, lembram? Isso fez com que ele chegasse à casa em chamas e conseguisse tirar todos de lá.

Após vermos que toda a cidade está morta, menos os nossos amigos graças à ferradura, Hades manda sua querida filha para terminar o trabalho, já que ele precisa desse chi completo agora no início para começar a fazer seu exército de mortos. Ainda vemos que TamTam conseguiu fugir porque Bo a beijou e colocou a chave daquela jaula em sua boca. Palmas para essa succubu esperta, hein? Só que não, já que ela acaba cedendo ao seu dark side. Talvez isto tenha sido para o melhor, na verdade acredito que as mensagens subliminares deste último episódio ficaram bastante em minha mente. Neste caso, aquele clichê que diz que “é apenas na escuridão que podemos ver a luz” é bem verdade. E foi ao tentar matar seus amigos que a Bo viu o poder do amor.

Gostaria de dizer que a Ksenia tentando convencer a Bo de voltar à luz, mesmo que sendo falha, foi uma atuação mil vezes melhor do que a Anna “sofrendo” psicologicamente nas mãos do Jack. Mas me surpreendi com ela em outras cenas, uma delas é o confronto final entre Bo e Hades após ela receber um sermão f%$3 da Tamsin. No fundo, acredito que o amor foi quem venceu, não para sempre como a Bo diz, até porque o mal sempre vai existir.

As considerações finais sobre esta finale foi que chorei horrores com a morte da Tamsin. Sim, não teve jeito, e fiquei feliz ao vê-la seguindo para o Valhalla. Ela é uma guerreira e vai servir Acacia muito bem lá, como também vai ficar tomando conta de sua filha. Uma bebê que foi criada por Kenzi, mas não como humana. A irmã da Bo sabe quem é, e lembra em muito sua mãe. Bo prometeu que ela ficaria sobre proteção de todos e jamais ficaria perdida como um dia ela foi, o que considerei ótimo no roteiro a forma de fechar uma história – da succubu – e começar outra – da valquíria. Mas, como fã, me chateei um pouco por querer mais, não só do mundo dos Fae – que não mais são divididos entre Dark e Light – mas também para saber como essa história vai ficar. Quem sabe um dia os envolvidos se reúnam novamente para contar sobre a segunda filha de Hades, que virou uma guerreira como sua irmã? “Até lá, nós esperamos.”

P.S.: Doccubus finalmente ficando juntas foi fofo demais, assim como Mark e Vex. Os casais de Lost Girl mostrando que o amor é mais forte e sempre vai vencer. Mensagem essa cravada para sempre na série e que deve prevalecer em nossos corações de fã.

Series Finale 3119625732618688227

Postar um comentário Comentários Disqus

Página inicial item