loggado
Carregando...

[Review] The Walking Dead 6x08 - Start to Finish

Faltou alguma coisa.


Faltou alguma coisa.

Irregular seria uma boa palavra para definir essa primeira parte do sexto ano de The Walking Dead. A série oscilou entre momentos realmente grandiosos e outros contestáveis. É importante notar que não aconteceu aquela estabilidade da quinta temporada, mas apesar de esta ter sido a pior mid-season finale da história da série, a cena final dá esperanças de que ela não entrará em declínio. Afinal, Negan vem aí.

A review podia acabar aqui, pois de importante mesmo só isso. Mas vamos dissecar um pouco outros momentos do episódio. Começando pela morte da vez: Deanna. A morte dela é simbólica, pois sai de cena a líder de Alexandria. Diferente do Governador, e muito provavelmente de Negan, Deanna acolheu o grupo, e a estada na cidade os salvou da morte na estrada. Vamos dizer que agora todos estão "recarregados" para o que vem pela frente. Com isso, Rick volta a ser o único líder ali, mas não é nada que o xerife já não esteja acostumado.

Start to Finish foi extremamente irritante em um aspecto. Nenhum personagem que seria legal ver morrer encontrou a morte, pelo contrário, todos foram poupados. Queria saber como Jessie aguenta aquela dupla que são seus filhos! Ron podia ter ido desta para uma melhor, mesmo que toda aquela sequência tenha sido apenas para mostrar um Carl mais maduro. Sam é ainda pior... Tudo bem, ele é só uma criança não acostumada com o apocalipse zumbi, mas para efeitos narrativos ele é insuportável e ainda pode por tudo a perder. A sorte dele é estar acompanhado da mãe e não de Carol, porque Carol não perdoa mesmo.

Falando em Carol, outro que irritou foi Morgan. Todo mundo sabia que manter aquele wolf preso não ia dar certo, era tragédia anunciada. Tudo bem que se Carol não fosse teimosa, Morgan não perderia o controle da situação. Só não foi pior porque ninguém morreu ainda por causa disso. Quando a série voltar, lá em fevereiro, podemos imaginar uma bela inimizade surgindo entre os dois. Enfim, com Alexandria tomada, não é hora para erros, mas parece que esse pessoal não se tocou disso ainda.

O episódio é um divisor de águas, assim como foi na quarta temporada com a morte do Governador. Um novo arco se inicia, com um novo vilão e novas perspectivas. Renovada para a sétima temporada, já sabemos que Negan terá tempo para se apresentar e provavelmente deixar sua marca, assim como fez o Governador. Agora é esperar até fevereiro e torcer para que o roteiro melhore.

Considerações Finais

- Todo aquele drama com Glenn só para ele assistir o episódio no camarote. O mesmo vale para Enid.

- A primeira cena foi uma bela alegoria rara de se ver em The Walking Dead, mas infelizmente o episódio não manteve o mesmo nível.

- Tenho a impressão que Daryl, Abraham ou Sasha devem morrer nas mãos de Negan. Apesar que os roteiristas têm um baita medo de matar alguém importante, então sei lá.

The Walking Dead 3133058349983315859

Postar um comentário Comentários Disqus

Página inicial item