loggado
Carregando...

Seriando | Licença para sofrer


Não é novidade para mim e nem para nenhum seriador: nós temos uma licença especial para sofrer. Meu caro amigo seriador, se você assiste dez séries ou mais e está feliz em TODAS elas, por favor venha me falar quais são, os personagens favoritos e os shipps, porque nunca vi felicidade plena nessa vida de seriador.


Não que eu esteja reclamando, não, não mesmo: quando você se torna seriador, você ganha um passe livre para o SOFRIMENTO. É embutido. Seriado anda de mãos dadas com o sofrimento. Um só existe se tem o outro. Então não adianta correr, se você quer assistir seriado, vai sofrer (sim, até em séries de comédia você sofre!).


Admito que em certas partes até que o sofrimento é bom, te faz querer assistir mais e mais da série (ainda mais se é uma maratona). Eu, especialmente, adoro um drama, adoro um hospital (beijo para Saving Hope e Grey’s Anatomy), adoro uma doença, uma gravidez de risco, um acidente de carro... Adoro! Contanto que seja com personagens que eu não goste.

É complicado explicar como seriador: você QUER que seu personagem sofra, mas ao mesmo tempo NÃO QUER. Ou melhor: como seriador você sabe que seu personagem vai sofrer, e como seriador você não quer que ele sofra. Então você meio que TORCE para ele ser o que sofre MENOS, enquanto aquele personagem que você não gosta, você torce para que sofra MAIS.


Não adianta correr, seu personagem VAI sofrer (isso sem falar do seu shipp, que em algum momento vai se separar). Então, meu amigo, pegue sua licença para sofrer e sofra alegremente.


E quando seu personagem sofre um acidente? Vou falar uma coisa: quando o personagem é o principal da série, mesmo você SABENDO QUE ELE NÃO VAI MORRER, você sofre como se ele fosse morrer amanhã. Irônico? Não! Nós somos apenas pessoas que amamos nossos personagens e desejamos que eles sejam felizes.

Mas os escritores não, eles querem ver os personagens morrendo: eles são pagos para isso. Eles podem não matar o/a principal, mas é para isso que existe a pessoa amada! É, meu caro amigo, perder um shipp por separação é moleza e fácil superar (às vezes), mas quando é a morte que os separa, é difícil abrir seu coração para um novo shipp, ainda mais sabendo que NÃO HÁ nenhuma chance de seu casal ficar junto (exceto se for uma série de vampiros, lobos ou magia... Sempre tem um morto voltando nessas). Mesmo assim você continua shippando, porque shippar é um estilo de vida.


Eu admito que, depois de Grey’s Anatomy, aprendi a amar só dois ou três personagens por série e shippar apenas um ou dois casais. Isso me ajudou muito, me fez sofrer menos, porém me fez ficar mais apegada aos personagens que eu amo e odiar/ignorar os outros.

Aprendi também com o tempo os sinais de que algo ruim vai acontecer, seja com qual personagem for.


Por fim, entendi que como seriadora vou sofrer. Estou sofrendo com minhas séries, mas as amo e não as largo. E sei que você também está sofrendo. Bem, seriador é isso: um constante sofrimento de amor.


Mas no fim tudo vale a pena... (se a série não for cancelada).

Séries 5704099773379276335

Postar um comentário Comentários Disqus

Página inicial item